Vitória de Guimarães volta a questionar VAR no jogo com o Benfica e solicita audiência a FPF e FIFA: "Erro humano não pode ser"

sapo.pt 62 days ago

Clube minhoto questiona o porquê de o VAR não ter chamado o árbitro no lance entre André André e Florentino, tendo-o depois feito no lance entre Safira e Vlachodimos.

Vitória de Guimarães volta a questionar VAR no jogo com o Benfica e solicita audiência a FPF e FIFA:
© 2022 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

O Vitória de Guimarães emitiu a meio da tarde desta segunda-feira um comunicado oficial no qual afirma o seu descontentamento relativamente às atuações do VAR, Luís Ferreira, e do AVAR, Sérgio Jesus, no encontro com o Benfica, disputado no passado sábado e que terminou com um nulo, depois de alguns lances polémicos.

O clube minhoto questiona, em particular, o porquê de o referido VAR não ter chamado o árbitro Rui Costa no lance entre André André e Florentino dentro da grande área do Benfica, tendo-o depois feito, contudo, no lance entre Safira e Vlachodimos, em que foi inicialmente assinalada uma grande penalidade.

"Por que razão é que, num lance em que os analistas de arbitragem, de forma unânime e indubitável, avaliaram o lance sobre o André André como sendo falta e consequente grande penalidade, e o VAR do jogo decidiu, num espaço de 25 segundos, que o lance não só não era falta, como não merecia a chamada do árbitro principal ao monitor para análise?", começam por interrogar os viamaranenses.

"Erro humano faz parte do futebol, e é admissível a todos os intervenientes, principalmente os que se encontram no relvado, no decorrer de um jogo. Mas estar a assistir à partida atrás de um monitor, com todas as condições para avaliar lances da partida, e mesmo assim achar que um lance tão flagrante não é meritório de falta, só pode demonstrar incompetência ou má vontade, porque erro humano não pode ser", acrescentam no referido comunicado.

O V. Guimarães diz então que vai "solicitar à FPF e FIFA uma audiência com caráter de urgência, com vista a tornar possível a exposição dos referidos áudios, e com o intuito de voltar a levar para cima da mesa de voto da Assembleia Geral da Liga Portugal, e demais instâncias que necessitem da aprovação".

VEJA OS LANCE ENTRE FLORENTINO E ANDRÉ ANDRÉ

LEIA NA ÍNTEGRA O COMUNICADO DO V.GUIMARÃES

"O Vitória Sport Clube reforça e vinca o seu descontentamento relativamente às atuações do VAR, Luís Ferreira, e do AVAR, Sérgio Jesus, da partida frente ao SL Benfica, que se disputou no passado sábado, no Estádio D. Afonso Henriques.

O silêncio não é solução para um problema que, neste fim de semana, afetou o Vitória SC, mas que no futuro pode afetar qualquer uma das equipas que competem neste campeonato, e que voltou a colocar a nu as fragilidades do funcionamento da ferramenta da videoarbitragem.

A forma como houve uma disparidade de tratamento nas análises dos lances envolvendo os nossos jogadores André André e Safira, é algo que merece reflexão, e, acima de tudo, um esclarecimento.

Por que razão o árbitro principal Rui Costa não foi chamado a ver as imagens, no monitor, no lance do André André, em que nada assinalou no jogo corrido e foi induzido em erro pelo VAR da partida ao não ser chamado para rever o lance, mas foi instruído pelo VAR para o fazer no lance do Safira, em que o árbitro principal apitou para grande penalidade?"

Pergunta do Dia

Neste artigo

Comentários

Entre com a sua conta do Facebook ou registe-se para ver e comentar